Diretor da APPSIQ será conselheiro do CRM-PR gestão 2018-2023

Publicado em:  11/08/2018

Psiquiatras do Paraná terão maior representatividade no Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR) a partir de 1º de outubro, quando será realizada a posse dos conselheiros eleitos. Além do psiquiatra Marco Antônio Bessa, o diretor secretário da Associação Paranaense de Psiquiatria, Ricardo Manzochi Assmè, também fará parte do grupo.

A Chapa 1, da qual eles fazem parte, foi referendada por 94% dos votos apurados na eleição para conselheiros da gestão 2018-2023 do Conselho Regional de Medicina do Paraná. Os votos em branco representaram 4,3% e os nulos 1,7%. O escrutínio foi realizado no dia 8/8, sendo concluído ao final da tarde, com proclamação do resultado pelo presidente da Comissão Eleitoral e formalização da respectiva ata. A eleição no Paraná foi realizada exclusivamente pelo meio postal, sendo considerados válidos os votos recepcionados pelos Correios, em Curitiba, até 18h de terça-feira, dia 7/8.

A chapa denominada “18 de outubro – Ética e Responsabilidade” traz 23 dos atuais 40 conselheiros efetivos e suplentes eleitos pelo voto direto – outros dois são indicados pela Associação Médica do Paraná. A renovação é de 42%, sendo que a nova gestão mantém o número de 13 mulheres médicas no corpo conselhal. A posse ocorre em 1º de outubro próximo, quando é realizada em sessão plenária a escolha da diretoria para mandato dos primeiros 20 meses. Serão eleitos presidente, vice, secretários e tesoureiros. Conheça os conselheiros eleitos: http://www.crmpr.org.br/uploadAddress/Conselheiros-eleitos[2863].png

Pela condição de única, a Chapa 1 abriu mão de seu direito de envio de material físico, pelo meio postal, para apresentar suas credenciais e propostas de gestão. “Um compromisso com o meio ambiente e em respeito ao princípio da economicidade, não despendendo recursos dos médicos”, resumiu o vice-presidente. Confira a nota de agradecimento da Chapa 1 aos colegas: http://www.crmpr.org.br/Chapa-eleita-para-gestao-20182023-faz-agradecimento-aos-medicos-paranaenses-11-49783.shtml

AS PROPOSTAS

A Chapa 1, cuja relação de integrantes pode ser conferida aqui, tem conjunto de 10 propostas em destaque. Confira:

» Melhorar e fortalecer a Educação Médica Continuada

» Combater a abertura indiscriminada de escolas médicas

» Exigir do MEC a fiscalização e rigor contra as escolas médicas sem estrutura e sem qualidade

» Apoiar o projeto de lei que institui o Exame Nacional de Proficiência em Medicina

» Defender a revalidação de diplomas médicos expedidos por instituições estrangeiras

» Valorizar e defender o Ato Médico como exclusividade da profissão

» Buscar melhores condições de trabalho, com honorários médicos dignos e plano de carreira de Estado

» Proteger e orientar os médicos nos casos de violência e desrespeito em seus ambientes de trabalho

» Incentivar a representatividade médica na esfera política

» Promover a renovação com responsabilidade do quadro conselhal, acolhendo 42% de novos membros.


Fonte: APPSIQ com dados do CRM-PR




<< Voltar